Arapiraca não registra óbitos confirmados por Covid-19 há mais de 10 dias, mas cuidados devem ser mantidos

O avanço na vacinação contra a Covid-19 em Arapiraca tem gerado frutos muito importantes. O principal deles é a diminuição dos casos graves da doença causada pelo coronavírus.

Segundo dados dos Boletins Epidemiológicos da Prefeitura de Arapiraca, publicados diariamente pela Secretaria Municipal de Saúde, desde o último dia 5 de agosto, a Capital do Agreste alagoano não registra mortes causadas por complicações da Covid-19.

Também é reflexo da vacinação a diminuição do atendimento nos centros de triagem Municipal e Estadual, localizados na Unidade Sentinela e no Centro Iza Castro, respectivamente.

Apesar do dado positivo, o coordenador de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeiro e sanitarista Evandro Melo, alerta para que as pessoas continuem mantendo os protocolos de segurança sanitária.

“Infelizmente nosso estado já confirmou casos da variante Delta, que é a mais contagiosa no momento. Os protocolos de segurança devem continuar sendo mantidos, como uso de máscaras, higienização pessoal e distanciamento social”, explicou ele.

Variante Delta e Vacinação

Alagoas registrou recentemente dois casos da variante Delta, um na capital e outro na cidade de Palmeira dos Índios, no Agreste alagoano.

Por ser altamente contagiosa, ela está causando novos surtos em alguns países, principalmente entre as pessoas que, por algum motivo, ainda não se vacinaram contra a Covid-19.

Foto: Pablício Vieira/Ascom Arapiraca

Dados publicados pelo governo britânico indicam que a Delta é de 40% a 60% mais contagiosa do que a variante Alfa, detectada na Inglaterra, e quase duas vezes mais transmissível do que a cepa original, identificada em Wuhan, na China.

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), os casos de infecção pela variante na população vacinada é muito baixo. “As pessoas vacinadas que são infectadas apresentam sintomas por um período mais curto”, indica o CDC.

Apesar das vacinas terem sido projetadas tendo como base as versões mais antigas do coronavírus, especialistas destacam que os imunizantes seguem como as principais armas contra o vírus original e suas variantes, e apresentam eficácia na proteção à gravidade e morte por Covid-19.

Uma análise do órgão de saúde pública da Inglaterra (PHE) descobriu que duas doses da vacina da Pfizer ou da AstraZeneca foram mais de 90% eficazes contra hospitalizações causadas pela variante Delta.

“Além de continuar mantendo os cuidados, é fundamental que todos os arapiraquenses busquem a vacinação, primeira e segunda dose, assim que ela estiver disponível, pois esta é a única forma de garantir a segurança de todos. Lembrem-se: a vacina não protege apenas quem a toma, mas todos a sua volta”, informou o enfermeiro e sanitarista Evandro Melo.

O post Arapiraca não registra óbitos confirmados por Covid-19 há mais de 10 dias, mas cuidados devem ser mantidos apareceu primeiro em Prefeitura de Arapiraca.

Fonte: Prefeitura de Arapiraca