Parceria com OAB/AL vai levar apoio jurídico a moradores de bairros atingidos por afundamento

Parceria busca garantir acesso de moradores de áreas afetadas a Justiça

Reunião busca garantir acesso de moradores a Justiça. Foto: Ascom OAB

Uma reunião entre o coordenador do Gabinete de Gestão Integrada para a Adoção de Medidas de Enfrentamento aos Impactos do Afundamento dos Bairros (GGI dos Bairros), Ronnie Mota, e a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB/AL), na tarde desta quarta-feira (28), discutiu a criação de uma parceria para oferecer apoio jurídico aos moradores afetados pelo afundamento do solo em cinco bairros de Maceió. Participaram da reunião, além de Mota, os diretores da OAB/AL Nivaldo Barbosa e Vagner Paes,

Para o coordenador do GGI dos Bairros, a OAB/AL tem papel fundamental em momentos chave da sociedade e pode ser a garantia de acesso à Justiça de grande parte dos mais de 55 mil atingidos pelo problema.

“A Ordem sempre foi um instrumento combativo a favor da sociedade. Em todos os momentos importantes da história há a participação dela cobrando garantias para os menos favorecidos, e quando o presidente sinalizou a possibilidade de uma participação nesse sentido nós, como representantes do município, temos que buscar a construção de um instrumento que possibilite acesso à Justiça aos atingidos pelo afundamento”, defendeu Mota.

Para o presidente da OAB, Nivaldo Barbosa, a parceria deve começar o mais rápido possível buscando dar celeridade na conclusão dos problemas de cada um dos moradores das áreas afetadas.

“Essa parceria com a Prefeitura de Maceió vai proporcionar muitos benefícios para a população dos bairros atingidos pelo afundamento do solo. Em breve iniciaremos os atendimentos para tirar dúvidas, orientações e os encaminhamentos necessários para que os problemas sejam solucionados o quanto antes”, concluiu Nivaldo.

Presidente da OAB, Nivaldo Barbosa (esquerda); coordenador do GGI dos Bairros, Ronnie Mota (centro); e Vagner Paes, vice-presidente da OAB. Foto: Ascom OAB

Erik Maia/Secom Maceió

Fonte: Prefeitura de Maceió