Aulas de educação física mantêm alunos e familiares ativos durante o isolamento social

Atividades físicas remotas ajudam alunos a se aproximar da família enquanto se divertem

Seja em casa, na rua ou no ginásio da escola, atividades físicas são importantes para o desenvolvimento saudável dos pequenos. Por isso em Maceió, os alunos da Escola Municipal Sérgio Luiz Pessoa Braga são incentivados a se exercitar, mesmo que de forma remota, durante as aulas online neste período de pandemia.

A professora de educação física Sandra Lessa dá aulas na Capital há 19 anos. Para manter os alunos interessados nas aulas à distância, ela abusa da criatividade e recorre ao uso de fantasias, além de contar com o apoio das famílias, que vez ou outra também participam dos exercícios.

Professora Sandra fantasiada durante aula de Educação Física. Foto: Ascom Semed.

Adaptar as aulas foi um desafio. “No nosso colégio, a gente tem uma quantidade enorme de material, mas em casa eles não têm material nenhum. Em vez de uma bola, vamos usar um saco plástico, em vez de um taco, vamos usar um cabo de vassoura. Nada que vá ter que comprar”, explica a professora.

A mãe do aluno Elias Gabriel, 10 anos, e Nikolas Hilbert, 6 anos, Edjane Miranda reforça estar satisfeita com as aulas da professora Sandra. “Estão sendo ótimas. A professora Sandra é super atenciosa e eu participo bastante com os meninos. Eles gostam, se movimentam bastante”, relata a mãe.

Edjane, mãe dos alunos participando da aula que ensinou coreografia. Foto: Ascom Semed.

Usando ferramentas digitais, Sandra publica os vídeos fazendo exercícios de seu apartamento, onde vive com sua cadela. Em um dos exercícios, a professora se vestiu de Mulher Maravilha para divertir e engajar os estudantes. Eles então enviam, com a ajuda dos responsáveis, vídeos reproduzindo os movimentos ensinados por ela.

Sandra ensinando passos da coreografia durante a aula. Foto: Ascom Semed.

“São atividades programadas e planejadas, cada ano tem seu planejamento. As atividades e brincadeiras são conteúdo da educação física”, pontua Sandra.

A professora conta que, principalmente devido à situação atual, faz questão de priorizar o movimento. “Imagina essas crianças em casa, trancadas, sem ter oportunidade de relaxar. Eles precisam desse momento, estão só fazendo atividades escritas e fica muito estressante”, reforça.

Para ela, o momento das aulas de atividade física vem se mostrando importante também para fortalecer os laços familiares. “Em muitas famílias melhora muito essas relações, as crianças se aproximando muito mais dos familiares. Talvez eles não tivessem essa oportunidade dentro da escola, porque ia ficar entre a gente”.

Luan Oliveira estagiário Ascom/Semed

Fonte: Prefeitura de Maceió