Ação leva conhecimento sobre direitos e saúde para gestantes de Maceió

Projeto é voltado para gestantes cadastradas no Cartão Cria

Uma ação integrada está levando semanalmente conhecimento sobre direitos e saúde para gestantes de Maceió. A iniciativa do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Pitanguinha, em parceria com a instituição Fun Brasil, está beneficiando gestantes cadastrada Cartão Cria (Criança Alagoana).

A atividade integrada tem esclarecido dúvidas, através de palestras ministradas pelas assistentes sociais do Cras, sobre os direitos das gestantes assistidas pela unidade. Segundo Gal Souza, coordenadora do Cras Pitanguinha e uma das mediadoras do projeto, a integração das gestantes, que são convidadas por agentes de saúde comunitários, é de extrema importância.

Ação esclareceu dúvidas na área de saúde e mostrou os direitos das gestantes. Foto: Ascom Semas

“Contamos hoje com 50 grávidas inscritas na ação. Essas usuárias precisam saber da existência dos direitos e queremos orientá-las sobre como acessá-los. Por conta da pandemia, pensamos em integrar diversos profissionais para fornecer o máximo de informações possíveis para que as gestantes não precisem se locomover sem necessidade. O objetivo é sanar as dúvidas de uma só vez”, explicou Gal.

A ação contou, também, com a participação de alguns agentes da área da saúde, incluindo a nutricionista Ana Paula Quintella. A profissional explicou sobre a importância dos cuidados durante e após a gestação e sobre a necessidade do equilíbrio alimentar para a saúde da criança.

“Sabemos que os equipamentos de saúde têm uma grande função social e é mais que necessário quando funcionam integralmente para ofertar serviços à população carente. Meu papel é levar e ampliar informação. É ensinar os alimentos que podem ou não ser consumidos por gestantes, alertar essas mulheres a adquirirem uma alimentação saudável, sem riscos ao seu filho”, destacou Ana Paula.

Participaram profissionais do Cras e da área de saúde. Foto: Ascom Semas

Lorena Davino, fisioterapeuta obstétrica, deu aulas sobre o parto humanizado. “A fisioterapia prepara a mulher para gerar um filho e é necessária essa conversa para que possamos explicar a hora certa da gestante ir à maternidade. É preciso oferecer medidas para um parto mais rápido e menos doloroso, ensinar a monitorar as contrações e atividades que possam ajudar no encaixe do bebê durante o parto”, concluiu Lorena.

Cláudia da Silva, gestante de seis meses, esteve na palestra e saiu com a sensação de alívio por ter conseguido tirar suas dúvidas. “As palestras precisam continuar, porque assim como eu, muitas gestantes podem não ter conhecimento de algumas coisas. Entendi muito sobre saúde bucal, psicológica e também sobre a alimentação para dar uma boa qualidade de vida ao meu filho”, afirmou Cláudia.

Projeto acontece no Cras Pitanguinha. Foto:Ascom Semas

Cartão Cria

O Cartão Cria é uma iniciativa do governo estadual, e beneficiará, com um auxílio financeiro de R$ 100,00 mensais, gestantes, bebês e crianças até 6 anos de idade inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), que vivem em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Os postos de cadastro estão localizados nos 16 Centros de Referência de Assistência Social (Cras); na sede do Cadastro Único (CadÚnico), na Serraria; no Centro de Atendimento Socioassistencial (Casa), no bairro do Prado; e no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) da Santa Lúcia.

O horário de atendimento nas unidades é das 8h às 16h. O cadastro é feito por agendamento.

Iara Alencar (estagiária)/Ascom Semas

Fonte: Prefeitura de Maceió