Dia Internacional da Saúde da Mulher: confira serviços oferecidos em Maceió

Dia 28 de maio é dedicado à conscientização e atenção à saúde feminina

Em todo o mundo, o dia 28 de maio é dedicado à atenção especial à saúde feminina, quando é celebrado o Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher. Em Maceió, os serviços prestados pela Prefeitura garantem a prevenção e o cuidado para que as mulheres tenham seus direitos garantidos.

As diversas ações possibilitam que as maceioenses sejam protegidas dos diversos tipos de violência praticados pela sociedade, como física, psicológica e patrimonial, e que repercutem na saúde e no desenvolvimento de distúrbios que afetam a qualidade de vida das mulheres.

Em 2020, a população de Maceió é estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em mais de um milhão de habitantes (1.025.360). De acordo com o último censo, realizado em 2010, as mulheres representam mais de 50% da população da Capital (53,2%), somando 496.256 pessoas. Pensando em garantir a qualidade de vida dessas cidadãs, o prefeito JHC criou o Gabinete de Políticas Públicas para as Mulheres.

Prefeito JHC criou o Gabinete de Políticas Públicas para as Mulheres

A coordenadora do Gabinete, Ana Paula Mendes, explica que várias iniciativas já foram implementadas em quase quatro meses de atuação. As ações envolvem trabalhos e serviços prestados na área de saúde feminina e combate aos diversos tipos de violência. O trabalho é articulado com outras pastas da Prefeitura, como as Secretarias Municipais de Saúde (SMS) e de Assistência Social (Semas).

Ana Paula Mendes, coordenadora do Gabinete de Políticas Públicas para as Mulheres

Ana Paula conta, ainda, que estão em fase de criação um programa de planejamento familiar, outro voltado à saúde das gestantes e a criação de uma unidade de saúde específica para tratamento de câncer de mama e de útero, assistência ginecológica e outros serviços exclusivos para a saúde da mulher.

“Além destes, estamos trabalhando em um programa de reprodução assistida e sexualidade da mulher, que visa a inserção do DIU e a disponibilização de outros métodos contraceptivos. Medidas como essas são fundamentais para assegurar a essas mulheres dignidade, segurança, saúde e respeito”, revela Ana Paula.

Casa da Mulher Alagoana

Assinatura do Termo de Cooperação técnica com o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL)

O prefeito JHC assinou no dia 24 de maio um termo de cooperação técnica com o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) para garantir o acesso a serviços jurídicos e de saúde às mulheres maceioenses vítimas de violência doméstica.

Prefeito JHC visita instalações da Casa da Mulher Alagoana. Foto: Edvan Ferreira/Secom Maceió

Serão dez profissionais atuando no espaço batizado de Casa da Mulher Nise da Silveira. Entre eles, serão duas psicólogas, duas assistentes sociais, quatro recepcionistas e dois para a realização de serviços gerais.

No local, as mulheres recebem o acolhimento e têm todas as refeições garantidas. Àquelas que não têm renda podem se cadastrar no projeto Tem Saída para ingressar no mercado de trabalho. O projeto é uma parceira da Prefeitura com a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB-AL).

As mulheres que necessitam de apoio terapêutico são encaminhadas para atendimento psicológico e tratamento de saúde nos equipamentos da Prefeitura, como os Centros de Referência e Especializados da Assistência Social, além das Unidades de Saúde. As mulheres vítimas de violência doméstica podem entrar em contato com a Casa da Mulher Nise da Silveira pelo telefone (82) 2126-9650.

Saúde da Mulher

As ações da Prefeitura para garantir o acesso aos serviços de saúde para as mulheres envolvem uma série de atendimentos que são prestados nas Unidades de Saúde e em clínicas que prestam serviços quando envolvem casos mais complexos que precisam de acompanhamento especializado.

No rol de serviços estão os exames de citologia, oferecidos pelas unidades de saúde.  Mamografia, que identifica nódulos nas mamas. Esse exame é feito junto aos prestadores de serviço. A colposcopia que identifica inflamações ou a presença do Papiloma Vírus Humano, conhecido como HPV, que pode causar câncer de colo uterino.

Exames laborarorias e de imagens são feitos no Pam Salgadinho. Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió

As gestantes têm garantido o pré-natal, realizado em todas as unidades de saúde, quando é feito todo o acompanhamento da gestação até a realização do parto. A Prefeitura facilitou o acesso a exames laboratoriais e bioquímicos que antes eram requisitados pelo Sistema Regulador de Gestão e agora podem ser marcados diretamente nas unidades de saúde do município.

A Prefeitura garante a realização de exames de imagens, como a ultrassonografias, realizados no Pam Salgadinho, no II Centro de Saúde Dr. Diógenes Jucá Bernardes (Poço) e nas clínicas que prestam serviço ao município.

Cícero Rogério/Secom Maceió

Fonte: Prefeitura de Maceió