Servidores são capacitados para atendimento humanizado a mulheres vítimas de violência

Curso é parte da campanha Agosto Lilás, que promove ações para a efetividade da Lei Maria da Penha

A Prefeitura de Maceió começou, nesta terça-feira (10), a capacitação de 50 coordenadores dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), além da Casa Abrigo. O Curso de atendimento humanizado a vítimas de violência doméstica multidisciplinar é parte do calendário de ações da campanha Agosto Lilás e se encerra amanhã (11). Os certificados serão entregues em cerimônia na próxima segunda (16).

Treinamento ocorreu no auditório da Seune, no Farol. Foto: Victor Vercant/Secom Maceió

Coordenada pelo Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres de Maceió, a campanha promove ações voltadas à efetividade da Lei Maria da Penha. Com isso, espera-se sensibilizar a sociedade e o corpo técnico de atendimento e acolhimento do Município pelo fim da violência contra a mulher, em todos os seus níveis – físico, psicológico, patrimonial, sexual, institucional, moral, entre outros.

Ana Paula Mendes, coordenadora do Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres. Foto: Victor Vercant/Secom Maceió

“Na maioria dos casos, a violência contra a mulher acontece dentro de casa. Somente o acolhimento e o encaminhamento adequados são capazes de conduzir ao real conhecimento das causas e dos mecanismos da violência, em especial a doméstica e familiar. Com essa capacitação, vamos oferecer um atendimento mais humanizado e eficaz a essas vítimas, que terão todo o apoio da Prefeitura para mudar sua realidade”, declarou Ana Paula Mendes, coordenadora do Gabinete.

O curso ocorre no auditório da faculdade Seune, no bairro do Farol, e é uma parceria entre a Prefeitura de Maceió, a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e o Centro de Defesa dos Direitos da Mulher (CDDM).

Foto: Victor Vercant/Secom Maceió

Programação

10 de agosto

9h40 – Tema: Multidisciplinaridade, direitos humanos, mulheres e violência: o trabalho de acompanhamento a vítimas de violência doméstica com Marli de Araújo, profª drª em Serviço Social

10h30 – Tema: Rede de Acolhimento a Vítimas de Violência Sexual (RAVVS), com a assistente social da Rede Amanda Baltazar França; e Maria Salete Albuquerque, assistente social e coordenadora da equipe multidisciplinar da Casa da Mulher

11 de agosto

9h30 – Tema: Mecanismos de enfrentamento a violência doméstica e familiar contra a mulher com a profª drª em Direito Elaine Pimentel

10h20 – Tema: Escuta humanizada a vítimas de violência doméstica, com a drª Paula Lopes do Centro de Defesa dos Direitos da Mulher

Millena Barroca/Secom Maceió

Fonte: Prefeitura de Maceió