Dia do Estudante: Educação amplia ações para contribuir com retomada segura das aulas

Gestão elegeu três eixos importantes para a educação pública da capital

O Dia do Estudante, comemorado nesta quarta-feira, 11, é motivo de alegria para a gestão da educação pública de Maceió. Exemplo do compromisso assumido com o público estudantil está na criação do Bolsa Escola Municipal (BEM), programa de transferência de renda que atende a todos os 53 mil estudantes matriculados nas escolas da Secretaria Municipal de Educação (Semed), desde os pequenininhos até os da Educação de Jovens, Adultos e Idosos (Ejai). O programa, que começou a ser pago em julho, tem vigência até o próximo mês de setembro e pode resultar no repasse de, até, R$ 300 mensais por família.

A Semed reconhece a importância de garantir uma alimentação adequada aos jovens estudantes – Foto: Ascom Semed

Além disso, a Semed reconhece a importância de garantir uma alimentação adequada aos jovens estudantes. Mesmo diante da pandemia da Covid-19, que resultou no afastamento das aulas presenciais por mais de um ano, a distribuição de kits de merenda escolar tem sido permanente para atender a todos os alunos da rede municipal de ensino. Da mesma forma que o BEM, os kits merenda também atendem a todos os estudantes matriculados, independentemente da faixa etária, e chegaram aos alunos com apoio de uma força-tarefa para levar os alimentos.

Aluna da Escola Municipal Pompeu Sarmento, localizada no Barro Duro, Sophia Ribeiro, reconhece os investimentos feitos em favor dos estudantes. “Eu vejo que a Semed está tomando todos os cuidados para a volta às aulas. A direção tem tomado as providências com a higiene geral e estruturando tudo. Acho importante esse cuidado com as cadeiras, os quadros e com a ventilação, para garantir o conforto para todos nós”, avalia Sophia.

Sophia Ribeiro reconhece os investimentos feitos em favor dos estudantes

Ela revela confiança nas medidas que estão sendo tomadas para garantir a retomada das aulas de maneira segura. “Vamos voltar com tudo. A educação é o caminho para um futuro melhor”, acrescenta Sophia, que aguarda com ansiedade a movimentação do ambiente escolar, marcado para começar dia 23 próximo.

E com o propósito de preparar as escolas para a volta às aulas presenciais, com uma alimentação saudável e saborosa, a Semed também investiu em formação para os merendeiros. A chef Tina Purcell, instrutora do curso para os profissionais da merenda, foram feitas receitas com alimentos saudáveis e nutritivos.

“Fizemos várias receitas, como bolinhos de tapioca com legumes, gratinados de chuchu, sempre com alimentação rica em legumes com aproveitamento de todos os ingredientes que estavam à disposição”, considerou Tina.

Para garantir o bem estar da comunidade estudantil como um todo, o investimento em obras de revitalização nas unidades de ensino representa outra prioridade da gestão na educação pública de Maceió. Adaptações e serviços como capinação, pintura, adequações e reparos, entre outros, fazem parte de um cronograma permanente da Semed, para garantir qualidade na estrutura dos prédios, bem como segurança e conforto para os alunos.

A vice-diretora da escola municipal Maria José Carrascosa, localizada no Poço, Diacuí Maria de Lima, reforça o impacto das intervenções junto à comunidade escolar. “Todos os dias recebo perguntas dos professores, das mães, estão todos animados com a retomada das atividades e tenho certeza de que o novo visual da escola está sendo fundamental para isso”, destaca.

Pedrinho Crisanto destaca que os três eixos fortalecidos pela gestão da Semed como prioritários para a educação pública da capitalFoto: Leonardo André Correia

O vice-diretor da escola Dom Antônio Brandão, Pedrinho Crisanto, destaca que os três eixos fortalecidos pela gestão da Semed como prioritários para a educação pública da capital representam um crescimento para o segmento. “A transferência de renda para os estudantes, a oferta da merenda de qualidade e as reformas na estrutura física das escolas são marcos para a administração pública e causa um impacto positivo junto à comunidade”, avalia.

O Dia do Estudante é comemorado nesta data pelo fato de, em 1827, Dom Pedro I ter autorizado o funcionamento dos primeiros cursos de ensino superior no Brasil. A data foi reforçada em 1937, com a formalização da primeira entidade de organização estudantil, a União Nacional dos Estudantes, a UNE.

Delane Barros / Ascom Semed

Fonte: Prefeitura de Maceió