Prefeito JHC lança Emprega Mulher para promover autonomia financeira às mulheres vítimas de violência

Programa vem para incentivar a política pública de inclusão social e igualdade de gênero

O prefeito de Maceió, JHC, lançou nesta quarta-feira (1°), o Programa Emprega Mulher, que vai promover a autonomia financeira para mulheres em situação de vulnerabilidade social e vítimas de violência doméstica, além de proporcionar para as mulheres oportunidades de emprego e renda, através de capacitação. Para isso, o Município firmou parceria com o Senai e o Senac que vão ofertar cursos para as interessadas em participar.

“Nosso ponto focal com esse projeto são as mulheres vítimas de violência. Os empreendedores que queiram trabalhar com mulheres vítimas de violência vão receber um selo por parte da Prefeitura, vamos ter cursos de capacitação, e vamos ter mais uma grande novidade, que é a contratação percentual nas novas licitações do município. Então as empresas que forem fazer licitação para o município, terão que obrigatoriamente ter um percentual de 2% destinado para mulheres vítimas de violência”, revelou o prefeito.

“A gente quer trazer autonomia financeira para que essas mulheres saiam das garras dos seus agressores e tenham poder sobre suas decisões”, ressaltou JHC.

O programa Emprega Mulher vai ofertar cursos para mais de 200 mulheres da capital, que serão qualificadas e terão a oportunidade de serem inseridas no mercado de trabalho, através de empresas conveniadas com a Prefeitura e que vão disponibilizar vagas para as mulheres após a qualificação.

“É um marco na gestão, é uma luta pela inclusão de gênero e da mulher na sociedade. O programa visa autonomia econômica de mulheres em vulnerabilidade social, especialmente daquelas que estão em vulnerabilidade devido à violência doméstica. Além disso, 2% das vagas dos editais de licitação das empresas terceirizadas do município serão reservadas para mulheres vítimas de violência doméstica”, explicou a coordenadora do Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres.

“Ótima oportunidade” – Jéssica Santos é uma das mulheres que está participando do programa, ela tem 23 anos e conta que está desempregada há oito meses, e que agora surgiu a esperança de conseguir um novo emprego.

“Essa é uma ótima oportunidade, porque o mercado de trabalho está muito complicado para mulheres e jovens. Terminei o ensino médio, já fiz alguns cursos, e agora estou sonhando com meu novo emprego. Hoje digo para quem ainda não teve oportunidade para continuar sonhando, porque as oportunidades chegam para todos”, disse.

O vice-prefeito, Ronaldo Lessa, parabenizou o prefeito JHC pela iniciativa e disse que é uma honra fazer parte da gestão.

“Fazer parte de um governo, ser vice-prefeito de alguém que está fazendo programas como esse, me deixa muito feliz e muito satisfeito, porque esse rapaz, que tem metade da minha idade, está cumprindo com os compromissos. Parabéns JHC, parabéns a vocês que precisam saber que a vida é de vocês, as vitoriosas são vocês, nós só estamos reconhecendo isso”, afirmou.

Inicialmente, o município firmou parceria com 12 empresas que vão contratar as mulheres vítimas de violência, após o término dos cursos, e, durante o evento, o prefeito entregou o selo Emprega Mulher para as empresas parceiras.  Entre as associadas estão a Carajás, Casa Léa, Mais Mulher Cosméticos, Invila, Maison Ferry, Elev, entre outras.

Participaram do evento, a primeira-dama de Maceió, Marina Candia, a procuradora de Justiça Marluce Caldas, entre outras mulheres maceioenses.

Sthefane Ferreira e Niviane Rodrigues / Secom Maceió

Fonte: Prefeitura de Maceió